home notícias Carreira
Voltar Voltar
01/11/17
I Prostate Day impulsiona debate científico sobre doenças da próstata
Dando início às comemorações do Novembro Azul, evento inédito contou com palestras médicas sobre as doenças da próstata
Da redação

O movimento internacional criado para a conscientização sobre o câncer de próstata, Novembro Azul, foi o tema do I Prostate Day no Complexo Aché Cultural, no último sábado (28). O evento teve a participação de 160 urologistas brasileiros e contou com a palestra do diretor do Centro de Pesquisa Integrada em Câncer e Estilo de Vida e codiretor do Programa de Genética e Prevenção do Câncer no Instituto Samuel Oschin Cedars-Sinai, nos Estados Unidos, Dr. Stephen Freedland.

"O Prostate Day é uma iniciativa diferenciada, pois aborda os temas a partir de um órgão específico, a próstata. Além de reunir os maiores especialistas do Brasil para difundir conhecimento, temos como objetivo alertar a população para a realização de exames periódicos que visam à detecção precoce do câncer e outras doenças da próstata", explicam os organizadores do evento, os urologistas Rogério Simonetti, Hudson de Lima e Rodolfo Borges dos Reis.

Dieta preventiva – Principal palestrante do evento, Dr. Stephen Freedland trouxe aos participantes suas recentes pesquisas sobre a melhor dieta para a prevenção do câncer de próstata e outros cânceres. Segundo ele, há dados científicos que comprovam que uma dieta com baixa ingestão de carboidratos contribui para prevenir o desenvolvimento de quaisquer tipos de tumores. "Cada vez mais dados estão relacionando o açúcar com câncer", diz o especialista. "É preciso cortar o consumo de balas, bolos, biscoitos e outras formas de açúcar em excesso, e segundo temos visto, a ingestão de carne não é prejudicial, desde que também sejam consumidas frutas e vegetais", alerta.

Para Freedland, é importante que os animais se alimentem de produtos naturais em suas cadeias, como a gramínea, para o gado. "Quando eles ingerem alimentos naturais de seus habitats, e evitam o consumo de ração, a carne acaba tendo um valor nutricional maior para o ser humano", explica. Freedland frisa que suas opiniões são derivadas da medicina baseada em evidências, pois somente por meio da análise dos dados é possível se formar uma opinião sem cair no "achismo".

Além do Dr. Freedland, o evento contou com apresentações, debates de casos clínicos e discussões sobre técnicas de diagnóstico e cirúrgicas. O Aché, como empresa que viabilizou o evento, apoia a realização do I Prostate Day porque acredita que apresentar informações científicas atualizadas a médicos brasileiros é também uma forma de levar mais vida às pessoas.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.